segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Cultura Brasileira

Hoje estou aqui para falar de um assunto que pode ser clichê para muita gente, mas eu vou falar sobre o mercado musical brasileiro.

Numa conversa que tive com um amigo meu, vimos que no Brasil é impossível seguir uma carreira musical, o bom e velho Rock não funciona nesse país onde o que prevalece é uma falta de cultura absurda.
As coisas são feitas em busca de fama e dinheiro e até uma Égüinha Pocotó ridícula e nojenta consegue gravar um CD. Por quê? Porque é assim que funciona nessa merda.
Meu sonho é seguir carreira musical, formar uma banda, fazer boa música e passar minha mensagem. Mensagens de amor, paz, harmonia, mundo melhor. Se fizer sucesso, melhor ainda, mas se não fizer, foda-se. Eu só quero que ouçam minhas idéias... Mas como eu vou fazer isso se o que predomina é gente medíocre que nunca fez música e que só toca nas rádios porque é engraçado? Isso é uma vergonha.
Depois as pessoas se perguntam porque que todos os artistas bons fazem sucesso em outros países primeiro. Quer saber o por quê? Porque lá a música é valorizada e apreciada, não importando o estilo.
Lá as pessoas se interessam por coisas novas, por gente que tenta ganhar a vida com música. Lá não tem essa coisa de música por dinheiro, mas música por música.
Minha cunhada foi para Londres esse ano e adorou. Ela também pretende fazer música e se surpreendeu com a cultura superior à nossa.
Em Londres você vê gente tocando em metrô, em shopping, no meio da rua, tocando blues, tocando rock, tocando música celta e sabe qual é a diferença? As pessoas páram e ouvem com gosto e apreciação. Agora pensa como seria aqui... Ou você é mandando parar com berros ou é tirado à força pela polícia porque "você não tem autorização para tocar" (leia-se como "seu vagabundo, vai achar o que fazer").
Eu vou sair desse país de merda quando terminar minha faculdade e não quero saber de fazer música aqui. Vou tentar a sorte lá em cima porque lá é onde a cultura prevalece e não os bolsos de políticos e outros corruptos. Lá eles vão ouvir o que tenho a dizer.
Vivemos num país inculto e primitivo e eu acho que não há jeito de mudar. E ainda tem a audácia de criar um prêmio de capital da cultura... Coitados...

7 comentários:

Álida disse...

mandou muito bem! como eu disse, super bem escrito e muito bem dito! Música no Brasil é como romances na Belle Epoqué, pra cegar os problemas de uma sociedade doente e umbiquista, e divertir uma classe ignorante e inculta, incapaz de entender música de verdade. Na Europa, essa fase passou, mas o Brasil, pobre país... é o país do atraso. E vai continuar sendo por muit tempo.

Huginn disse...

Esqueceu de dizer que essa conversa foi comigo!
Gente, isso de música ruim aparecer acontece no munod inteiro, tanto que a gente escuta as merdas daqui e as merdas de lá... A diferença é que como a música hoje em dia é um mercado, se você não tem o que "todos querem", você não vale nada... Fazer sucesso é "fácil"... se vende pra gravadora e faz o que eles querem, você será famoso... mas não feliz. E no BRasil o povo é muito mente fechada e gosta do que passa no Faustão. Beleza, então vou fazer minha música e tocar no Faustão... se conseguir pagar a fortuna que a Globo cobra. Músico hoje tem que fazer seu espaço. Temos que formar nossas bandas, fazer nossas músicas, não desistir dos nossos sonhos e torcer pra que comecem a escutar e apreciar as músicas, invés de apenas ouvi-las.

Lady Hell disse...

No Brasil, a idéia é simples: ou faz sucesso quem é idiota e medíocre, mas faz as pessoas rirem por algum tempo (até elas enjoarem) ou ainda quem está na 'modinha'. Ou quem tem $$ pra promover seu trabalho longe de Caxias, por exemplo, onde as pessoas custam a gostar de coisas diferentes do que já gostam.
Mercado fonográfico brasileiro deixa a desejar, certamente.

Rainmaker querido, to convidando todo mundo à me seguir pra Europa tb! Vamo lá agita aquele continente! \o/
Eu vou porque a informática aqui vai demoraaaaaar pra se desenvolver como eu espero e não vou esperar os meus 40 pra poder exercer minha profissão como eu quero.

=*

Lady Hell disse...

Ah, e tb não estudei 6 anos de inglês por nada. =P

Huginn disse...

Eeeeeeu vo pra Londres nem q seja pra faze musica no metrô.
Tá, nao vo faze musica no metrô, mas por lá se faz mais dinheiro sendo garçom do que trabalhando sério por aqui. E o intervalo de almoço dura 3 horas.
Bã.
E a Grã-Bretanha é o quarto país do mundo (primeiro na europa) para desenvolvimento de tecnologia da informação.
O Brasil é o 43º colocado. Há.

Lady Hell disse...

Se for pra me mudar pra uma segunda 'caxias' em termos de clima, aaaf...uhahuahuahua

Prefiro me curar à base de ceva e chop na Irlanda, xD

Estóico disse...

Vocês deveriam ler Epitecto, bando de hedonistas.