terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Reveillon 2008 (na estrada)

E lá vou eu continuar a narrativa...

Pois bem, busão começou a se mexer e adentramos as ruas de Caxias City. Trânsito aparentemente normal, sem muitas paradas em semáforos e nem nada.

Bueno...

Eu pensei que chegando ali em Farroupilha ou arredores a galera ia capotar no sono e roncar até Pinhal. Sim, eu estava completamente enganada.
Uma hora Rick vira-se pra mim e diz: "Tenho uma boa e uma má notícia, qual tu quer primeiro?"
A má, eu respondi.
"A má é que eu não sei chegar até a pousada."
Fiquei imaginando qual seria a boa nesse contexto. Teletransporte?
"A boa é que hoje é sábado e temos muuuito tempo."
Animador! E que venha o calor, o mochilão, o travesseiro, o casaco...
O pessoal tava conversando animadamente sobre assuntos que peguei, não raro, pela metade. O balançar do ônibus na estrada dá um soninho...ouvindo Red Hot Chili Peppers e Engenheiros do Hawaii, basicamente, eu tentei dormir como um anjo. Veja bem, eu tentei.
Eu acordava no meio de assuntos mais ou menos assim:
"Tira a mão do saco! Tu comeu um monte e a gente nada..."
"Alguém quer trakinas?? Ô tu, acorda a Vane pra ver se ela quer também..."
Aí eu acordava, comia a bolacha e tentava imaginar um campo florido, fim de tarde, árvores...
Aí vinha...
"Ela dança, ela meeexe, piri pipiri piri pipiri piriguete!"
"Vaaane, tu tem fone de ouvido sobraaaandooo???"
E por aí foi, até a Free Way. Engarrafamento básico de pré-feriado. É o segundo que eu enfrento, mas dessa vez foi mais tranquilo pra mim. Pros outros marinheiros, nem tanto. Ouvi muito as perguntas como "Que horas a gente devia chegar, mesmo?" ou "Já chegamos?.....E agora?.....E agooraa???"
Nesta altura do campeonato, a Júlia teve uma idéia: "Vamos brincar de 'mun-do-a-ni-mal"?
Ok.
O Grupo: "MUN-DO A-NI-MAL!!"
Colocam os dedos representando o número que cada um sorteou.
Conta: 1, 2, 3, 4...pára com essa mão, Ricardo!...5, 6, 7, 8...
Deu I...hmm...Inhoca!!"

Nessas horas, a pobre Iguana deve se contorcer no seu lar na natureza, por nunca lembrarem dela. Eu me lembro por causa do Discovery Kids. Meu sobrinho assiste, aí tem uma propaganda que ensinam as vogais com nome de alguns animais. Tá, eu admito, eu assisto os Backyardigans. Mas só às vezes. É sério!

Cansaram.
Resolveram variar os mundos. Sobrou até pra tabela periódica.
Depois disso cada um se recolheu pro seu MP3, Ipod e afins. Uns dividiam, outros voltavam com a pergunta "Alguééém tem fone sobraaan-do?"
Encurtando histórias parecidas, o caos mesmo foi em Cidreira. Pinhal é ali do lado, mas o tempo que ficamos na...eu nem sei se chamo aquilo de rodoviária. Era um...vejamos um termo...estacionamento improvisado de ônibus. Todos mal estacionados, meio amontoados e nós ali, do lado de um semi-projeto nanico de lanchonete.
Eu estava sentada na poltrona da janela, o que me permitiu observar uns fatos curiosos, como por exemplo, uma briga de cachorros por um osso. Antes que eu receba vaias, eu digo que o curioso mesmo era a cadela (não pensem merda). Ela era mirrada, mas tinha umas tetas que se arrastavam pelo chão. Isso me lembrou mulheres que colocam silicone além da simetria normal de seu corpo. Me lembrou a ação natural do tempo nas mulheres...viajei.
Acordo do meu devaneio com o Felipe dizendo "Quebraaamos o recorde de tempo em viagem: deu exatamente 7 horas!"
E a gente ali, parado...e eu rezando pra ninguém soltar um pum porque o ar-condicionado distribuiria o cheiro uniformemente pra todos.
O busão começou a se mexer de novo! Ê!
Chegamos na prefeitura de Pinhal. Uma casa modesta, não poderia esperar mais nada de uma praia que era praticamente deserta há uns anos atrás. Ok, 15 anos atrás.
Nos acomodamos por ali com as bolsas no chão, quando o Mateus menciona algo como "Meu travesseiro está ali dentro.". Olho ao meu redor...PUTA QUE PARIU, MEU TRAVESSEIRO FICOU NO ÔNIBUS!!
Lá fui eu correndo na frente do ônibus, tava quase partindo. Entrei, peguei o travesseiro e saí numa tonalidade vermelho-roxo de vergonha. Rateada de viajante de feriadão.
Chegou a mãe do Rick. Andamos 3 quadras e chegamos na pousada. Longe né?

O primeiro dia na praia fica pro próximo. Os primeiros minutos foram humilhantes.

2 comentários:

Huginn disse...

qdo tu terminar Lady, eu vou postar a minha visão da viagem. Vai ser interessante para os leitores terem duas visões da mesma viagem. E fui quem teve a idéia de jogar mundo animal, não a Júlia!

Lady Hell disse...

Nhé...eu vi ELA puxando vocês pra jogar, hueuhehue...
E lembre-se...eu tava operando no modo automático, huauhahua

E vai ser diver sim. Eu conto minha visão de semi-ermitã-azeite e você a sua de quartos-mega-badalados =D